Português
  • COMUR MUSEU MUNICIPAL
  • ServicosOnline
  • Rede de Bibliotecas da Murtosa
  • mobilidade1
  • NaturRia
  • SIG-Murtosa
  • Planos

ok
Barco Moliceiro



Ex-libris da Ria de Aveiro, o moliceiro é distinguido pelo elegante exotismo da sua proa estilizada e sobre erguida, e pela sua alegre decoração de cores garridas e apelativas.

O Barco Moliceiro é o tipo de embarcação destinada à colheita e transporte da vegetação aquática, ocupação conhecida pelo termo popular de "apanha do moliço", e serve eventualmente ao transporte de pessoas, mercadorias ou gado. 

O moliceiro existe por toda a superfície da ria desde Ovar até Mira, mas é a Murtosa a sua “terra Natal”.


É um barco de costados muitos baixos para facilitar a colheita e o carregamento, medindo de boca dois metros e meio e de pontal um metro. Construído em madeira de pinheiro, leva 25 dias a construir, por 2 Homens, e resiste a 7 anos de trabalho.

Os seus meios de navegar são a vela, a vara ou sirga, mas hoje em dia já é mais usual o motor.

A sua maior característica, são as cores usadas nos seus painéis, que ficam na retina. A variedade de painéis é infinita e revela um espírito muito popular, desde imagens de devoção popular a referências mais "marotas", de cariz jocoso e com duplo sentido.















O Município da Murtosa organiza duas regatas anuais de barcos moliceiros: no primeiro fim-de-semana de Agosto, no âmbito da Festa do Emigrante, e na semana de 8 de Setembro, integrado na Romaria de S. Paio.



É possível, com frequência, assistir à construção e reparação de barcos moliceiros, pelas mãos hábeis do Mestre José Rito, no Estaleiro Museu da Praia do Monte Branco, na Torreira.



Aveiro Digital Portugal Digital Programa Operacional Sociedade do Conhecimento Europa - O portal da União Europeia Créditos
Comentários e sugestões: informatica@cm-Murtosa.pt ou gabinete.comunicacao@cm-murtosa.pt
Copyright © 2018 Câmara Municipal de Murtosa